UCID com foco na justiça, saúde e habitação

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,5 out 2018 14:06

​A UCID aponta a justiça, o crescimento económico, a saúde e a questão da habitação como alguns dos temas essenciais do novo ano político.​ O partido espera sentido de Estado na resolução dos desafios do país.

Posição defendida hoje, por António Monteiro, presidente do partido, em conferência de imprensa, realizada no Mindelo.

“Os grandes temas continuam a ser, primeiro, a justiça. Houve uma inversão ligeira em termos da morosidade mas ainda não é aquela que gostaríamos de ter. Há o desafio do crescimento económico e nós não podemos continuar a fazer como a avestruz, meter a cabeça na areia e fingirmos que nada está a acontecer. O país tem um problema económico, tem que diversificar a sua economia noutros nichos de mercado, para que possamos ter uma capacidade de crescimento sustentável”, aponta.

A nível da saúde, a UCID espera a concretização dos projectos anunciados pelo governo, sobretudo o reforço dos meios humanos e materiais em todas as estruturas de saúde do país.

No que toca à habitação, um problema considerado grave pela UCID, o partido pede rapidez na conclusão das parcerias anunciadas pelo governo, para que os cabo-verdianos possam ter uma habitação condigna.

“O problema das habitações é gravíssimo em todo país. Em São Vicente, em particular, é uma afronta. Sabemos que há um projecto que é financiado pela China, estamos a ouvir isso há quase dois anos, mas estamos em crer que irá acontecer e vamos pressionar e pedir para agilizar este processo. Seria fácil pedir um trabalho para que cada um fizesse a sua casa, mas não sendo possível esse trabalho, a única solução que resta para que as pessoas tenham uma casa com dignidade, como manda a Constituição, é terem o apoio necessário do governo”, sublinha o presidente dos democratas-cristãos.

A UCID pede união dos partidos com e sem assento parlamentar em prol do crescimento e reforço da democracia do país.

Porque a democracia é a facilidade de se poder conversar e de ajudarmos a resolver os problemas das populações”, diz. 

A 1ª sessão plenária, do novo ano político acontece entre os dias 10 e 12 , na Assembleia Nacional, e será marcada pelo habitual debate sobre o estado da justiça

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,5 out 2018 14:06

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  26 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.