"Com este Governo, o serviço de transporte marítimo está muito melhor" - João Gomes

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,12 fev 2019 11:26

Navio Praia d'Aguada
Navio Praia d'Aguada(Rádio Morabeza)

O contrato entre o Estado e o grupo português Transinsular, que venceu o concurso público internacional de concessão dos transportes marítimos, está a ser finalizado. Para João Gomes, deputado do MpD, o serviço de transporte entre as ilhas, por via marítima, já melhorou "muito".

Em entrevista à última edição do Panorama 3.0 da Rádio Morabeza, o parlamentar da maioria realça que, mesmo sem a finalização do processo, o serviço melhorou desde que o Governo do seu partido assumiu o poder.

“Espero não estar a fazer nenhuma inconfidência, mas o senhor Secretário de Estado da Economia Marítima [Paulo Veiga] esteve em Portugal com uma equipa a trabalhar esta questão. Eu diria que o contrato está a ser finalizado entre a empresa que ganhou o concurso e o Estado de Cabo Verde. Mas eu gostaria de deixar aqui bem claro que, com este Governo, o serviço de transporte marítimo está muito melhor do que estava há uns anos atrás”, entende.

João Gomes não tem dúvidas que a decisão do Governo de concessionar os transportes marítimos inter-ilhas satisfaz o interesse público. Na óptica do parlamentar, a solução encontrada permite que a empresa vencedora faça ligações a todas as ilhas, seja em linhas rentáveis ou deficitárias, através de indeminizações compensatórias do Governo.

“A solução encontrada é aquela que, do meu ponto de vista, satisfaz o interesse público. Vamos escolher, através de um concurso público internacional, um parceiro que tenha capacidade para adquirir navios que possa colocar na rota e fazemos o tal serviço púbico de transporte marítimo, em que no final do ano a empresa e o Estado fazem encontro de contas. Há linhas previamente determinadas no concurso, umas são rentáveis, outras são altamente deficitárias, mas a empresa encarrega-se de fazer todas as linhas contratualizadas, de modo que faz-se um encontro de contas e o Governo acabará por compensar a empresa, como está na lei”, explica.

Panorama 3.0 #98 - Entrevista ao deputado do MpD, João Gomes

Podcast do programa de grande informação da Rádio Morabeza. Episódio de 08 de Fevereiro de 2019

João Gomes aponta como exemplo a ligação para a ilha do Maio, que custa aos cabo-verdianos cerca de 1.800 contos por mês. O deputado entende que o Governo do PAICV não fez nada para garantir o serviço público de transporte marítimo. Por isso, critica a posição dos deputados da oposição, eleitos por São Vicente, que têm pedido ao Governo para subsidiar empresas cabo-verdianas.

“Lamento que colegas políticos meus, que são da oposição, designadamente os senhores deputados eleitos por São Vicente, que vão ao Parlamento e pedem encarecidamente ao Governo para subsidiar empresas cabo-verdianas quando, na verdade, estiveram no poder durante 15 anos, podiam fazer tudo e mais alguma coisa, mas não fizeram rigorosamente nada”, diz.

O grupo português Transinsular venceu o concurso público internacional de concessão dos transportes marítimos, lançado a 30 de Janeiro de 2018. O vencedor foi anunciado em Outubro e as negociações estão a decorrer.

Questionado sobre o que o executivo reserva aos armadores nacionais, João Gomes diz que as empresas que neste momento fazem transporte apenas de carga mantêm a sua actividade, porque o que o Governo está a salvaguardar é o transporte em navios mistos de carga e passageiros, Ro-Pax.

Da mesma forma, diz que vai ser publicada uma lei que dá às empresas um período de dois anos para responderem aos requisitos legais para a prestação do serviço.  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,12 fev 2019 11:26

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 fev 2019 23:22

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.