PAICV propõe pacto municipal em São Vicente

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,13 mar 2019 15:20

8ª sessão  da Assembleia Municipal de São Vicente
8ª sessão da Assembleia Municipal de São Vicente (Rádio Morabeza)

​Os deputados municipais do PAICV (oposição) em São Vicente querem um pacto municipal para resolução dos problemas que impedem o desenvolvimento da ilha. A proposta foi apresentada hoje, numa declaração política na Assembleia Municipal, pelo líder da bancada, Baltazar Ramos.

A alegada degradação dos índices de crescimento económico e social, segundo os eleitos municipais, deve-se, principalmente, às desadequadas estratégias políticas para o desenvolvimento de São Vicente.

“E é preocupante que os decisores nacionais não avaliem adequadamente a profundidade da questão. Sabemos que esse sentimento da sociedade são-vicentina é generalizado e que não encontra fronteiras nas diversas opções ideológicas e políticas que a constituem. Nessa base, atendendo a que já nos encontramos numa fase crítica para se estancar a injusta situação, lançamos um apelo aos eleitos municipais para que de vez unamos o nosso esforço em torno do que consideramos essencial por São Vicente e para o seu futuro”, propôs.

Baltazar Ramos afirma que, para os eleitos municipais, os riscos que São Vicente enfrenta são grandes, sobretudo, no que diz respeito ao ensino, transportes, indústrias e comércio.

Na sua intervenção, o deputado enumerou 10 ideias que o PAICV considera prioritárias, entre elas a projecção e construção de instalações adequadas para um Campus Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), a construção da Escola do Mar e o equipamento do aeroporto Cesária Évora para que possa receber voos nocturnos.

Em resposta Emanuel Miranda, líder da bancada do MpD, defende que o partido que sustenta o executivo está sempre aberto a trabalhar com PAICV para o desenvolvimento do município e sublinha que as propostas do apresentadas já constam do programa do governo.

“Quase 90 ou 100% dos pontos elencados já constam do programa do governo para o desenvolvimento de São Vicente. Não vejo nenhuma inovação com esta proposta, porque já é algo que está sendo materializado”, disse.

A UCID, através da líder da bancada, Isidora Rodrigues, pede a correcção de políticas sociais e de desenvolvimento, com impacto directo na melhoria das condições de vida das famílias.

“Cidade de vocação industrial, é preciso reavivar este sector para que a ilha retome o seu percurso normal na via do desenvolvimento”, exemplificou.

A Assembleia Municipal de São Vicente está reunida entre hoje e amanhã na sua 8ª sessão. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,13 mar 2019 15:20

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  21 mai 2019 23:23

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.