Governo garante que país respeita direitos dos cidadãos

PorExpresso das Ilhas, Lusa,14 mar 2019 12:26

Fernando Elísio Freire
Fernando Elísio Freire

O ministro de Estado, Fernando Elísio Freire, garantiu hoje que "todos os direitos de todos os cidadãos cabo-verdianos são respeitados". O governante reagia, desta forma, aos problemas nas cadeias apontados pelo Departamento de Estado norte-americano.

O Departamento de Estado norte-americano apontou as condições nas cadeias como um dos principais problemas de direitos humanos em Cabo Verde.

"Somos um Estado democrático e naturalmente todos os direitos de todos os cidadãos cabo-verdianos são respeitados", disse à agência Lusa Fernando Elísio Freire, à margem da cerimónia de abertura de uma iniciativa sobre a Protecção da Criança e do Adolescente em Cabo Verde, que decorre na cidade da Praia.

O ministro da Presidência do Conselho de Ministros disse não conhecer ainda o relatório do Departamento de Estado norte-americano, mas garantiu que o Governo "está a trabalhar para pontuar bem todas estas matérias".

"Cabo Verde é um Estado de direito democrático e temos muito orgulho nisto e toda a nossa acção tem sido de respeitar sempre o nosso Estado de direito democrático", acrescentou.

Condições prisionais e falhas na protecção de menores em Cabo Verde preocupam EUA

O departamento de Estado norte-americano apontou quinta-feira as condições nas cadeias como um dos principais problemas de direitos humanos em Cabo Verde. A violência de género e falhas na protecção das crianças continuam a preocupar.

O relatório refere também a existência de crianças em trabalhos de rua, como a venda de água e comida ou a lavagem de carros, o que as torna vulneráveis ao tráfico, bem como em trabalhos de serviço doméstico, agricultura, recolha de lixo e tráfico de droga.

Um dos problemas que as organizações não-governamentais e o Governo cabo-verdianos estão a tentar resolver refere-se à existência de crianças que vivem nas ruas.

Fernando Elísio Freire reconheceu que esta é "uma realidade" em Cabo Verde.

"Existem crianças que estão na rua. São muito menos do que eram. Estamos a trabalhar para resolver esta questão que é de direito humano básico, por desestruturação familiar", disse.

E adiantou: "Estamos a trabalhar criando instituições e centros que possam abrigar essas crianças, mas sobretudo dando uma oportunidade para essas crianças se afirmarem no futuro".

O Departamento de Estado dos EUA refere, por outro lado, que apesar dos progressos na protecção das mulheres, “a violência e a discriminação” feminina “mantêm-se um problema importante”, citando vários homicídios que ocorreram durante o último ano.

O documento reconhece que a legislação contra a violência de género e a violação tem sido aplicada com eficiência, mas cita organizações de defesa dos direitos das vítimas que dão conta de que a polícia “nem sempre é sensível” aos problemas das vítimas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,14 mar 2019 12:26

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 mai 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.