Russos interessados em ter barcos e fábrica de transformação de pescado em Cabo Verde

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,16 set 2019 12:29

José Gonçalves
José Gonçalves (Rádio Morabeza)

Cabo Verde recebe, até ao final do ano, a visita de dois investidores russos interessados no sector das pescas. Os empresários querem ter pelo menos duas embarcações com bandeira do arquipélago, assim como montar uma fábrica de transformação de pescado para o mercado interno e para exportação, disse hoje o Governo.

O primeiro contacto foi feito na Rússia, durante uma missão do arquipélago a São Petersburgo, de 6 a 13 deste mês, no âmbito da participação na Assembleia Geral da Organização Mundial do Turismo. O anúncio foi feito hoje, em conferência de imprensa, pelo ministro do Turismo e Transportes, e Ministro da Economia mMrítima, José Gonçalves, que chefiou a delegação cabo-verdiana.

“Estão interessados em ter, pelo menos duas embarcações de porte médio grande, com bandeira de Cabo Verde e ter como base a base de pesca. Não é obrigatório quem tem embarcações ter fábricas, nem vice-versa. Mas estão interessados nessas duas vertentes, e nós naturalmente dissemos que íamos dar toda a orientação possível e apoio. Ficaram de fazer uma visita in loco até ao final do ano para recolher dados mais precisos e para assim poderem preparar o seu projecto definitivo”, aponta.

O governante anuncia que já está no parlamento um pedido de autorização legislativa para a modernização do Regime Geral das Pescas, visando acautelar aspectos de maior competitividade no sector, retirando maior proveito da localização do país e dos acordos bilaterais que tem com vários países.

A ideia é deixar de recorrer, periodicamente, à derrogação da União Europeia.

“Temos tido sempre esse desafio de periodicamente ter que recorrer à derrogação da União Europeia, porque os produtos de pesca não são chamados de origem de Cabo Verde, porque não são pescados nem em barcos da União Europeia, nem em barcos com bandeira de Cabo Verde. Na medida em que temos mais barcos com bandeira de Cabo Verde, onde quer que pescam o pescado é de origem de Cabo Verde”, afirma.

Durante a missão à Rússia, a delegação nacional teve a oportunidade de apresentar o destino Cabo Verde, com o objectivo de penetrar num dos maiores mercados emissores de turistas a nível mundial. Neste sentido, uma missão exploratória de operadores turísticos russos vista Cabo Verde, até ao final do ano, para avaliar as potencialidades existentes.

José Gonçalves quer ver negócios concretizados.

“O nosso desejo é ver negócios concretizados e ver turistas russos a serem contabilizados estatisticamente como um mercado emissor. Esse é o nosso objectivo e já conseguimos dar os primeiros passos”, diz.

O Governo diz que a missão à Rússia foi muito intensa e abrangente, com resultados concretos, com os operadores russos. A delegação cabo-verdiana teve vários encontros, entre as quais com a chefe da Agência Federal Russa do Turismo, tendo sido trocado um memorando que será assinado em termos de cooperação a nível do turismo entre os dois países.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,16 set 2019 12:29

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  4 jun 2020 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.