​CMSV fala de “desorientação política” de Alcides Graça

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,30 set 2020 14:42

José carlos e Rodrigo Rendall
José carlos e Rodrigo Rendall

O presidente substituto da Câmara Municipal de São Vicente, Rodrigo Rendall, nega a existência de um gabinete de comunicação da candidatura do MpD às eleições autárquicas, instalado dentro da edilidade. O responsável autárquico classifica a denúncia do presidente regional do PAICV de “alucinações políticas”, para fomentar a desinformação.

As declarações de Rodrigo Rendall foram proferidas hoje, em resposta a Alcides Graça, que esta terça-feira denunciou a alegada instrumentalização da edilidade Mindelense ao serviço da candidatura do Movimento para a Democracia (MpD).

“Mais uma vez vem à tona a sua compulsão patológica para desvirtuar factos, carregada de alucinações políticas de circunstância com o único propósito de fomentar a desinformação e o cultivo de inverdade. Contudo o terreno encontra-se estéril do seu lado”, diz.

“Mais uma prova concreta das suas alucinações é encontrada nas suas declarações da transformação da Câmara Municipal de São Vicente em sede de campanha do MpD. Trata-se de uma miserável encenação política do líder Alcides Graça, que reflecte uma completa desorientação política, possivelmente fruto do nível de desempenho da candidatura do seu partido às eleições autárquicas que se avizinham”, considera.

Rodrigo Rendall diz que a equipa camarária não teme qualquer vistoria que a Comissão Nacional de Eleições (CNE) possa efectuar às instalações da Câmara Municipal, como solicitado pelo líder local do PAICV.

Sobre o pedido de afastamento do presidente substituto e do vereador da Protecção Civil, Rodrigo Rendall desvaloriza e diz que a equipa camarária continua a trabalhar, com “sólidos princípios éticos”.

“Estamos na política para servir e não para se servir ou ser servido, e assumimos plenamente as nossas responsabilidades, ao contrário do líder Alcides Graça que prefere ficar na trincheira desvirtuando os factos e emitindo opiniões infundadas”, refere.

O presidente substituto também nega a contratação de pessoas nos últimos três meses, assim como o aumento das despesas com o pessoal, como afirmou o presidente da Comissão Política Regional do PAICV.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,30 set 2020 14:42

Editado porSara Almeida  em  14 abr 2021 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.