Pendências dos professores resolvidas até final de 2023 - Amadeu Cruz

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,17 ago 2022 13:13

Amadeu Cruz, Jorge Cardoso
Amadeu Cruz, Jorge Cardoso Rádio Morabeza

O ministro da Educação reafirma o compromisso de resolver todas as pendências dos professores até finais de 2023. Amadeu Cruz falava hoje à imprensa após um encontro com o Sindicato Nacional dos Professores (Sindep).

O governante garante estar a trabalhar com o Ministério das Finanças, no quadro da elaboração do próximo orçamento de Estado, para garantir verbas para a resolução das pendências da classe docente.

"Estamos neste momento, em sede de discussão da proposta do próximo Orçamento do Estado para 2023, e no quadro do diálogo normal entre os ministérios, a perspectivar a resolução das pendências, tal qual temos dito, até finais de 2023. Esperamos poder concretizar este compromisso assumido com os sindicatos até 2023. Estamos a falar de um impacto orçamental acima de trezentos mil contos, mas estamos também a escalonar no sentido de evitar que haja uma concentração do esforço orçamental só num exercício", explica. 

Por sua vez, o presidente do Sindep, Jorge Cardoso, refere que se as pendências não forem resolvidas até 2023, serão assacadas responsabilidades ao ministro. 

"O senhor ministro disse que vão alocar a verba para resolver todas as pendências até 2023, e se não conseguir, ele, enquanto titular da pasta, assumirá as responsabilidades. Estão a trabalhar o orçamento, ele voltou a confirmar que todas as pendências serão resolvidas até final 2023. Caso contrário, serão assacadas as responsabilidades na pessoa do senhor ministro da Educação, o Dr. Amadeu Cruz", avança. 

O presidente do Sindep garante que só ficará satisfeito com o cumprimento dos compromissos no prazo indicado.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,17 ago 2022 13:13

Editado porAndre Amaral  em  29 set 2022 19:20

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.