Regionalização: "Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance" - MpD

PorAndre Amaral,12 abr 2019 19:18

João Gomes, MpD
João Gomes, MpD

Depois do governo ter cancelado a votação do diploma da regionalização, João Gomes, vice-presidente do MpD, acusou o PAICV de ter posto interesses particulares acima dos do país. E viu no silêncio de Janira Hopffer Almada, durante a discussão, prova de "que este é um tema que não lhe interessa e não interessa ao seu partido".

"A prova", segundo João Gomes, "de que os interesses do PAICV estão acima dos interesses de Cabo Verde é o facto de a senhora deputada e presidente do PAICV ter participado nesta sessão, ter acompanhado a discussão, e em nenhum momento abriu a boca". 

Para João Gomes, o facto de a presidente do PAICV não ter tido uma participação activa na discussão é prova de "que este é um tema que não lhe interessa e não interessa ao seu partido". 

Quanto ao regresso do diploma à Assembleia Nacional, o vice-presidente do MpD, destacou que "será muito difícil" ainda durante esta legislatura. "É muito difícil a não ser que o PAICV ponha os interesses de Cabo Verde acima dos seus interesses e estratégias politico-partidárias. Se o fizer nós podemos voltar já na próxima sessão porque nada nos impede de o fazer".

Governo cancela proposta de regionalização

O ministro dos Assuntos Parlamentares pediu hoje, ao presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, o cancelamento da votação na especialidade da lei da regionalização. O pedido surge depois de no final da sessão de Março ter sido chumbado o artigo 6º e ontem ter sido também chumbado o artigo 7º e as alterações que tinham sido propostas pelo MpD em consenso com a UCID.

O ministro dos Assuntos Parlamentares pediu hoje, ao presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, o cancelamento da votação na especialidade da lei da regionalização. O pedido surgiu depois de no final da sessão de Março ter sido chumbado o artigo 6º e ontem ter sido também chumbado o artigo 7º e as alterações que tinham sido propostas pelo MpD, em consenso com a UCID. Com esta decisão fica assim adiada, sem nova data, a discussão e a votação da legislação que deveria criar as 10 regiões administrativas de Cabo Verde. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,12 abr 2019 19:18

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 abr 2019 7:19

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.