Saúde e emprego em debate na Assembleia Nacional

PorAndre Amaral, Ailson Martins,14 mai 2019 14:18

Na semana em que começa mais uma sessão parlamentar o PAICV quer debater políticas de emprego com o ministro das Finanças. MpD vai tentar demonstrar os ganhos conseguidos ao longo destes três anos de governação.

O PAICV quer saber sobre as promessas de campanha do MpD, nomeadamente a de criação de 45 mil postos de trabalho, durante debate com o Vice-Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Olavo Correia, na primeira sessão plenária da Assembleia Nacional do mês de Maio acontece de 15 a 17.

A deputada do PAICV, Ana Paula Fernandes fez esta afirmação durante uma conferência de imprensa realizada hoje em balanço das jornadas parlamentares

"Sobre as grandes promessas do crescimento médio de 7%, e criação de 45 mil postos de trabalho dignos, essas promessas por tanto, que volvidos mais de 3 anos de governação, podemos dizer que o governo tem falhado, com impactos negativos para juventude e as famílias", avança.

No que diz respeito a saúde Ana Paula Fernandes diz que o seu partido tem uma série de questões para colocar ao Ministro da Saúde, Arlindo do Rosário.

“Estamos neste momento em Cabo Verde, a oferecer melhores cuidados de saúde as nossas mulheres gravidas? No pré-parto? Durante o trabalho de parto? Nos pós parto? Estas são as questões que nos queremos saber do governo, e principalmente que a população quer saber, a população anceia por esses cuidados, e principalmente queremos saber, a população das ilhas, ditas periféricas esta apreensiva com relação a questão das evacuações", questiona.

A deputada do PAICV anunciou que o seu partido tem propostas para fazer no que diz respeito ao diploma que Extingue o Trust Fund, mas não revelou aos jornalistas estas propostas.

Já o MpD anunciou que no debate com o ministro das Finanças “será uma oportunidade para trazer boas novas para o país, nomeadamente o crescimento económico, o financiamento da economia” e, segundo Lúcia Passos, a entrada em funcionamento da empresa de transportes marítimos interilhas já no próximo mês de Junho.

Quanto ao debate sobre a saúde, Lúcia Passos garantiu que tanto o MpD como o governo vão encarar a discussão sobre a saúde com tranquilidade. O “estado de saúde da população cabo-verdiana tem vindo a melhorar, continuamente, com as melhorias na cobertura sanitária do país nos cuidados primários, secundários e terciários, mas também com o processo de desenvolvimento de Cabo Verde”, garantiu.

“Com efeito, o processo de transição epidemiológica e demográfica do país está intimamente ligado a esses avanços. A nossa população está com maior esperança média de vida e a mortalidade infantil tem diminuído consideravelmente”, reforçou.

A primeira sessão plenária da Assembleia Nacional do mês de Maio acontece de 15 a 17. Em destaque, o debate com o Vice-Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Olavo Correia, indicado pelo Grupo Parlamentar do MpD.

De acordo com o projecto da ordem do dia, os eleitos nacionais vão debater e aprovar pelo menos quatro propostas de lei e duas propostas de resolução. Entre as propostas de lei está a que estabelece as bases do Orçamento do Estado, definindo os princípios e regras que regulam a sua formulação, programação, aprovação, execução, avaliação, controlo e responsabilização, que vai ser submetida a discussão na especialidade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral, Ailson Martins,14 mai 2019 14:18

Editado porAndre Amaral  em  20 mai 2019 23:23

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.