​UCID quer medidas para melhorar posição de Cabo Verde no ranking de turismo

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,6 set 2019 14:35

A descida de cinco posições no ranking de turismo, do Fórum Económico Mundial, revelado quarta-feira, dá indicação daquilo que vai mal em Cabo Verde em vários sectores, disse hoje o presidente da UCID.

António Monteiro, em conferência de imprensa, hoje, em São Vicente, refere-se à segurança, à saúde e higiene, à cultura, recursos humanos e mercado de trabalho, sectores que prejudicaram a classificação nacional. No capítulo da saúde e higiene, num universo dos 140 países, Cabo Verde ocupa a posição 96, com uma pontuação de 4,7 pontos. O presidente do partido defende um maior investimento na saúde e dá como exemplo a ilha turística da Boa Vista.

“Para um país que não tem algumas doenças endémicas, nomeadamente malária, cólera, febre-amarela, entre outros, devíamos estar numa posição melhor. O Governo tem que analisar a situação e melhorar. A Boa Vista, por exemplo, recebe uma quantidade enorme de turistas, e a nível de infra-estruturas de saúde, tirando um privado, o estado lavou as mãos e foi à vida”, considera.

Os democratas cristãos defendem mais investimentos nos recursos humanos, a nível técnico, assim como a nível da cultura, para que se possa desenvolver o turismo.

António Monteiro apela à actuação das autoridades para que, dentro de dois anos, Cabo Verde possa estar melhor posicionado.

“Queremos aqui alertar as entidades responsáveis neste sector para tudo fazerem para que em 2021 o país possa apresentar valores positivos e estarmos melhor no ranking”, apela.

Cabo Verde é o melhor destino turístico da África Ocidental

Cabo Verde é o 88º país mais competitivo do mundo no sector do turismo. Ranking organizado pelo Fórum Económico Mundial foi revelado hoje e mostra que Cabo Verde é o 6º destino mais competitivo de África, 34 lugares abaixo das Maurícias que lideram a classificação africana.

Cabo Verde perdeu cinco posições no ranking sobre turismo, organizado pelo Fórum Económico Mundial e revelado quarta-feira. Em 2017, o arquipélago ocupava o lugar 83, num universo de 136 países. Em 2019, passa a ocupar a posição 88, em 140.

O ranking mostra que Cabo Verde é o 6º destino mais competitivo de África, 34 lugares abaixo das Maurícias que lideram a classificação africana. Na CEDEAO, segundo o Fórum Económico Mundial, Cabo Verde é o país mais competitivo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,6 set 2019 14:35

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 set 2019 13:19

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.