Joana Rosa, líder da bancada parlamentar do MpD : Governo tem conseguido ganhos importantes nos sectores dos transportes, economia marítima e turismo

PorAntónio Monteiro,8 jan 2020 13:02

O debate com o Ministro do Turismo e Transportes e Ministro da Economia Marítima marca esta quarta-feira a primeira sessão parlamentar de 2020. A nova líder da bancada do MpD afirmou em conferência de imprensa que os ganhos do governo nesses sectores “devem ser ressaltados, partilhados e saudados”.

No balanço esta terça-feira às jornadas parlamentares, Joana Rosa destacou os ganhos do governo nos sectores dos transportes, eco­nomia marítima e turismo.

Em relação aos trans­portes aéreos a nova líder parlamentar do MpD come­çou por dizer que este sector conhece actualmente franco progresso, com o hub no Sal a funcionar sem grandes constrangimentos.

“Partimos de uma situação de uma companhia aérea, a TACV, sem aviões, com o Boeing arrestado na Holanda e temos hoje uma situação de cinco Boeings a funcionar, a ligar Cabo Verde ao mundo, com sucesso”, ressaltou.

Conforme Joana Rosa, nos transportes marítimos o governo herdou, em 2016, um sector totalmente desorganizado, tendo através de concurso público, optado por ter uma empresa organizada e com know-how para que o sector pudesse funcionar da melhor forma possível. “O sector tem conhecido muitos ganhos, com regularidade e segurança nas ligações inter-ilhas. Com três anos e tal de mandato, não tivemos nem vamos ter afundamentos como tivemos no passado com perda de vidas humanas”, afirmou, reconhecendo, entretanto, que o governo está ciente dos desafios que tem ainda pela frente.

“Os cabo-verdianos têm noção que o sector está hoje organizado, que temos hoje previsibilidade; temos hoje segurança nas ligações, mas queremos melhorar ainda mais”.

Neste sentido anunciou que vão ser introduzidos no sector novos métodos e modelos de gestão para garantir ainda melhor ligação entre as ilhas.

Em relação ao sector das pescas a líder parlamentar mencionou que apesar dos constrangimentos, o sector tem conhecido alguns ganhos. Anunciou que já há um plano de acção que vem sendo executado para a melhoria da captura para que o país posso conhecer melhores desenvolvimentos neste sector.

A líder parlamentar destacou, por sua vez, os números registados no sector do turismo. “Há um aumento substancial do número de turistas que se está a aproximar do milhão. Em 2016 recebíamos cerca de 500 mil turistas e hoje estamos quase a duplicar o número de turistas. Portanto, são ganhos da democracia, da governação do MpD e esses ganhos devem ser ressaltados, partilhados e saudados. Os cabo-verdianos estarão certamente a saudar estes ganhos”, salientou.

Para esta primeira sessão parlamentar que arranca esta quarta-feira estão agendadas duas propostas de lei e um projecto de lei, que serão submetidos à discussão na generalidade e especialidade, nomeadamente o Projecto de Lei que que estabelece as normas que regulam a realização do investimento directo dos emigrantes em Cabo Verde, a Proposta de Lei que concede ao Governo autorização legislativa para se proceder à primeira alteração ao Decreto-legislativo n.º 1/2008, de 18 de Agosto, que aprova a Orgânica da Polícia Judiciária, bem como a que concede ao Governo autorização legislativa para aprovar um novo regime dos crimes de consumo e tráfico de estupefacientes e substâncias psicotrópicas.

Joana Rosa

substitui Rui Figueiredo Soares

Nesta primeira sessão parlamentar do novo ano, Joana Rosa passa a liderar a Bancada Parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD). A deputada foi eleita esta segunda-feira com 87,5% dos votos. A parlamentar, que está actualmente a cumprir o seu terceiro mandato como deputada, garantiu estabilidade na bancada e a procura de consensos com a oposição.

A nova direcção do grupo parlamentar do partido no poder tem como vice-presidentes os deputados Armindo da Luz, Maria Celeste Fonseca, Alcides de Pina e Luís Alves.

Joana Rosa substitui Rui Figueiredo Soares, que foi chamado ao Governo para ser ministro-adjunto para a Integração Regional, cargo antes ocupado por Júlio Herbert, que faleceu em Outubro, vítima de ataque cardíaco.

*com Fretson Rocha 


Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 945 de 08 de Janeiro de 2020. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:António Monteiro,8 jan 2020 13:02

Editado porSara Almeida  em  28 set 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.