​Oposição alerta para condições favoráveis ao populismo. MpD não vê espaço para o fenómeno

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,28 mai 2024 11:42

Adilson Jesus, Dora Pires e Benvindo Cruz
Adilson Jesus, Dora Pires e Benvindo Cruz

Os partidos da oposição alertam que alguns dados que constam do terceiro inquérito sobre Governança, Paz e Segurança, divulgado na última semana, criam um campo que propicia o populismo e a ascensão dos populistas, como aconteceu em outros países. MpD diz que não há espaço para o fenómeno em Cabo Verde.

Posições expressas, na noite de segunda-feira, durante o programa “Plenário” da Rádio Morabeza. O PAICV e a UCID tomam como base o facto de os cabo-verdianos entenderem que as liberdades de imprensa e de expressão são menos respeitadas, da mesma forma que sentem que os políticos respondem cada vez menos às suas necessidades.

https://share.transistor.fm/s/f3aa53c4

Adilson Jesus, do PAICV, lembra que o populismo aparece em momentos de alguma insatisfação.

“O nível de insatisfação é tal que apenas 14% da população acredita que os políticos respondem às necessidades das populações. É preciso também fazer a interpretação desses dados. Nós estamos a falar dos políticos que executam, fundamentalmente. Nós estamos a falar do sistema que está implantado e é preciso dizer que essa percentagem vem se degradando de 2016 a esta parte. É preciso pôr cobro a isso. E quando se chega a esse ponto, cria-se uma insatisfação na população que abre esse tal espaço para esse tipo de reivindicação e de aparecimento desses populismos. Espero que não venha a acontecer, que haja uma tranquilidade no processo autárquico, governativo e legislativo do país”, entende.

Do lado da UCID, Dora Pires lembra que, em muitos países, algumas figuras transformaram a insatisfação em activo eleitoral. A responsável partidária entende que os partidos políticos e os governantes são peças fundamentais no combate ao populismo.

“Se [os populistas] trabalharem isso da forma que lhes convém e apelar ao voto, isto é perigoso porque podem aparecer como salvador da pátria. E às vezes há pessoas que acabam indo atrás e isso poderá trazer consequências graves. Por isso é que quem está na governação e os partidos que estão na oposição têm que trabalhar da melhor forma para que haja credibilidade nos seus trabalhos, mostrando através do seu dia-a-dia, das suas práticas políticas, que estão a trabalhar para melhorar a situação e para ganhar confiança nas pessoas que irão depois dar um voto, mas um voto de confiança”, refere.

O MpD tem uma visão diferente. O representante do partido, Benvindo Cruz, diz que o populismo está em queda na Europa e que não há espaço para este fenómeno em Cabo Verde.

“O populismo que surgiu, ou que está a surgir, ou que têm surgido na Europa, está em queda. Já deu o que tinha para dar. Já não vai dar mais porque o cidadão, o votante, está atento. Já viu que o populismo é um bluff. Portanto, não vai ter mais espaço na vida política da Europa e também aqui em Cabo Verde. Aqui em Cabo Verde não pegou e nem sequer vai pegar. Portanto, isto aqui está fora de questão. E depois é um contra-senso. Falar de populismo, que as pessoas podem dizer isso, ou aquilo e depois ao mesmo tempo dizer que as pessoas não podem falar, não podem dizer isso, porque senão é perseguido, senão é mordaçado. Portanto, é um contra-senso que estamos aqui a dizer”, diz.

De acordo com o terceiro inquérito sobre Governança, Paz e Segurança, de 2016 para 2023, menos de quatro em cada dez cabo-verdianos entendem que as liberdades de imprensa e de expressão são respeitadas ou muito respeitadas no país.

Entre outros dados, o mesmo boletim estima que 14,2% da população com 18 anos ou mais têm a percepção de que os políticos respondem às preocupações e necessidades da população.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,28 mai 2024 11:42

Editado porAndre Amaral  em  14 jul 2024 23:29

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.