Conselho de Ministros aprova verba para electrificação de Engenhos

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,19 mar 2019 15:05

Electrificação de Engenhos vai avançar
Electrificação de Engenhos vai avançar(DR)

92,5 mil contos é o orçamento do projecto de electrificação da zona de Engenhos, em Santa Catarina, ilha de Santiago. O montante foi aprovado ontem, em Conselho de Ministros.

Em conferência de imprensa, esta manhã, na cidade da Praia, o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, disse que o projecto de electrificação vai avançar, porque é fundamental que 100% das localidades em Cabo Verde estejam electrificadas.

"Abarca cerca 1.693 pessoas, cerca de 357 agregados familiares", quantifica o governante.

Em Fevereiro, os técnicos da Direcção Geral de Energia e da Electra estiveram na zona de Engenhos, Santiago, a fim de iniciarem a recolha dos elementos necessários para o caderno de encargos do concurso público para electrificação de 5 localidades. Travessa Baixo, Poilão, Mato Gegê, Librão e João Bernardo serão as localidades abrangidas.

Mercado de Valores Mobiliários

Também durante o Conselho de Ministros foi aprovado a projecto de proposta de lei que procede à primeira alteração ao Código do Mercado de Valores Mobiliários.

Segundo Elísio Freire, o objectivo da alteração da lei é passar a autorização do exercício das actividades de intermediação financeira do Ministério da Finanças para a auditoria geral do mercado financeiro.

"É uma medida importante, porque faz com que o Ministério das Finanças não tenha qualquer intervenção no sentido de autorizar o exercido de intermediação financeira, o que vai de acordo com a legislação vigente, com a legislação de 98, com a legislação de 2012, mas também é uma forma de Cabo Verde conseguir a convergência normativa com a União Europeia, que está no quadro do estatuto especial com a União Europeia",afirma

Para o governo, esta medida é um passo para a constituição de Cabo Verde como plataforma financeira, alinhada com as melhores práticas internacionais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,19 mar 2019 15:05

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  18 ago 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.