Parceiros sociais unânimes: não há aumentos salariais

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,27 jul 2022 15:48

Olavo Correia, Ulisses Correia e Silva, Fernando Elísio Freire
Olavo Correia, Ulisses Correia e Silva, Fernando Elísio Freire

Não há condições para aumento salarial este ano. A decisão saiu do Conselho de Concertação Social, que decorreu esta manhã, na cidade da Praia, presidido pelo Primeiro-Ministro.

Ulisses Correia e Silva, após a reunião, disse que foi consensual que não há condições para aumentos salarias e actualização das pensões, mas garantiu que o governo vai continuar com as medidas de mitigação da crise. 

"As medidas irão continuar a ser implementadas, protegendo as empresas, os rendimentos e particularmente as famílias. Também foi consensual de que não há condições, tendo em conta a conjuntura actual nacional, para actualização salarial e actualização de pensões em 2022", afirmou à saída do encontro. 

Ulisses Correia e Silva avançou que em Agosto será feita uma análise com os parceiros sociais para a definição de políticas de rendimentos e preços para o ano 2023, dentro do quadro das directivas do orçamento do Estado para o próximo ano. 

"Em função desse debate tomaremos as melhores medidas, quer na actualização salarial, eventual actualização salarial, quer eventual actualização das pensões, quer relativamente a outras políticas de rendimento que não têm a ver com o trabalho - estamos a falar do rendimento social de inclusão social, estamos a falar de pensões do regime não contributivo, estamos a falar de transferências indiretas como a tarifa social de água e energia, a taxa moderadora saúde”, avançou. 

As duas centrais sindicais, UNTC-CS e CCSL, concordaram com o governo em como, neste momento, não há condições para aumentos de salários. 

Durante o Conselho de Concertação Social foi discutida a situação de emergência económica e social devido à guerra na Ucrânia, bem como as suas implicações no sector energético e combustíveis. Foram analisadas as políticas públicas definidas pelo governo e as implicações do actual momento no sector alimentar. Também foi debatido o Plano de Retoma do Sector Privado e analisada a revisão do Código Laboral.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,27 jul 2022 15:48

Editado porAndre Amaral  em  12 ago 2022 23:29

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.