Regionalização: "Governo não dialogou, não negociou" - PAICV

PorAndre Amaral,12 abr 2019 19:20

Janira Hopffer Almada, PAICV
Janira Hopffer Almada, PAICV

A presidente do PAICV responsabilizou, hoje, o MpD e o governo pelo fracasso na votação da regionalização. "Um governo e uma maioria responsáveis dialogam e respeitam a oposição", apontou a presidente do PAICV.

"É preciso dizer de forma clara que o governo e o MpD nunca quiseram verdadeiramente a regionalização", acusou Janira Hopffer Almada, hoje, em conferência de imprensa acrescentado que tanto o governo como o MpD "nunca estiveram neste processo com seriedade e responsabilidade".

Para a presidente do maior partido da oposição o MpD e o governo fizeram "uma grande teatralização" em volta do tema da regionalização para, depois, "tentarem culpar o PAICV" por o processo de regionalização não ter avançado.

"Veja-se o processo. O MpD, na sua, plataforma eleitoral prometeu a regionalização. O Primeiro-ministro prometeu que avançaria com a regionalização no prazo de seis meses. Depois o governo e a maioria dão entrada, no parlamento, de uma proposta de regionalização sem ouvirem, sem dialogarem e sem negociarem com a oposição", apontou Janira Hopffer Almada.

"Um governo e uma maioria responsáveis dialogam e respeitam a oposição", apontou ainda a presidente do PAICV.

Quanto à acusação de o PAICV ter condicionado a sua aprovação da regionalização à aceitação de "uma ampla reforma do Estado que nunca foi explicada", como apontaram os responsáveis do MpD, Janira Hopffer Almada respondeu que o seu partido "explicou o que era essa reforma na exposição de motivos do diploma que já está no parlamento e socializou a sua proposta, explicou o que era a Reforma do Estado para o partido nas várias socializações que fez no país".

Governo cancela proposta de regionalização

O ministro dos Assuntos Parlamentares pediu hoje, ao presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, o cancelamento da votação na especialidade da lei da regionalização. O pedido surge depois de no final da sessão de Março ter sido chumbado o artigo 6º e ontem ter sido também chumbado o artigo 7º e as alterações que tinham sido propostas pelo MpD em consenso com a UCID.

O ministro dos Assuntos Parlamentares pediu hoje, ao presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, o cancelamento da votação na especialidade da lei da regionalização. O pedido surgiu depois de no final da sessão de Março ter sido chumbado o artigo 6º e ontem ter sido também chumbado o artigo 7º e as alterações que tinham sido propostas pelo MpD, em consenso com a UCID. Com esta decisão fica assim adiada, sem nova data, a discussão e a votação da legislação que deveria criar as 10 regiões administrativas de Cabo Verde. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,12 abr 2019 19:20

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 abr 2019 7:19

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.