Coronavírus: O dia em revista

PorSara Almeida,24 mar 2020 17:29

O dia de hoje fica marcado pela notícia da primeira morte causada pela COVID-19 em Cabo Verde. Faleceu o paciente inglês, de 62 anos, que foi a primeira pessoa a ser diagnosticada pela doença, no país.

Há dois outros casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus: um turista inglês, companheiro de viagem do malogrado, e uma turista holandesa. O primeiro mantém-se assintomático, a última inspira cuidados e apresenta um quadro de prognóstico reservado. Todos os casos estão na Boa Vista, ilha em quarentena.

Outro destaque do dia foi a reunião extraordinária do Conselho de Concertação Social, convocado tendo em conta que a crise não é só sanitária, mas também económica e social. No fim deste encontro com o parceiros, o governo anunciou um pacote de medidas que visam proteger empresas, trabalhadores e famílias. Conheça as medidas aqui.

O teletrabalho começa, tal como em outras partes do mundo, a ganhar a atenção de Cabo Verde. No Boletim Oficial de ontem foi publicada uma resolução do Conselho de Ministros que destaca a possibilidade de teletrabalho para os pais com crianças que frequentam creches (0-3 anos).  Não é uma imposição, só é possível se houver condições logísticas e entendimento com a entidade patronal, mas é um passo inédito no país.

O Plano Nacional de Contigência é para levar a sério. E, se duvidas houvesse... a Polícia Nacional anunciou hoje a detenção de 11 pessoas em Assomada, por incumprimento do mesmo. 

Outro caso de fiscalização e polícia foi a apreensão, esta segunda-feira, em São Vicente, de 13.112 unidades de álcool gel com prazo de validade adulterado. 

Covid-19 no Mundo

Cerca de 80% da população estudantil em todo o mundo, 1,37 mil milhões de estudantes, estão em casa, segundo dados hoje divulgados pela UNESCO. O encerramento dos estabelecimentos de ensino também obrigou quase 60,2 milhões de professores em todo o mundo a trocarem as salas de aula pelas suas casas e a adoptarem métodos de ensino diferentes, de acordo com os mesmos dados. (Lusa)

Não é apenas a Itália que está a escolher quem deve ou não salvar, devido à falta de equipamentos de suporte (como referimos ontem, no dia em revista). Também a Espanha está a fazer isso. As recomendações aos médicos espanhóis são que sejam priorizados pacientes com mais de dois anos de esperança de vida e que seja tido em conta o valor do paciente para a sociedade. Este último termo, como refere o NYT, não está bem definido e tem tudo para ser controverso.

Era um anúncio esperado. Os Jogos Olímpicos, que se deveriam realizar este ano, foram adiados. Conforme o acordo entre o Japão, país anfitrião, e o Comité Olímpico Internacional, estes serão realizados no verão de 2021, mas continuarão a chamar-se “Tóquio 2020”.

O mundo da música também perdeu uma lenda para a COVID-19. Manu Dibango morreu hoje devido a complicações causadas pela doença.

Números

Até às 17h desta terça-feira, contabilizavam-se 407.721 casos de infecção em todo o mundo (360.852, ontem), 104.714 dos quais recuperados (100.657, ontem). O número de mortes é 18.250 (15.495,ontem).

(fonte: https://coronavirus.thebaselab.com/ às 17h00 de dia 24/03)

“Foram necessários 67 dias desde o primeiro caso reportado para se chegar aos 100 mil casos, 11 dias para os segundos 100 mil, e apenas quatro dias para os terceiros 100 mil”, Tedros Adhanom Ghebreyesus, director-geral da OMS sobre a expansão acelerada da pandemia.

Sugestão do Dia

Hoje sugerimos este trabalho visual, de fôlego, do The New York Times, que mostra como o novo coronavírus se espalhou por todo o mundo, a partir do epicentro: Wuhan.

“As restrições mais extensas de viagem para impedir um surto, na história da humanidade, não foram suficientes. Analisamos os movimentos de centenas de milhões de pessoas para mostrar o porquê”.

Veja aqui o porquê.

image

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sara Almeida,24 mar 2020 17:29

Editado porAndre Amaral  em  10 jul 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.