Parlamento aprova prorrogação de estado de emergência

PorExpresso das Ilhas, Lusa,2 mai 2020 13:28

​O parlamento aprovou hoje, por unanimidade, a segunda prorrogação do estado de emergência, até 14 de Maio, agora limitado às ilhas de Santiago e da Boa Vista, que concentram a generalidade dos casos de COVID-19 no país.

O anúncio deste terceiro período de estado de emergência foi feito na sexta-feira, pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, e carecia da aprovação da Assembleia Nacional para entrar em vigor às 00:00 de 03 de maio.

Reunida em sessão extraordinária, com a presença do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, a Assembleia Nacional aprovou a sua declaração, na generalidade, com a unanimidade dos 67 deputados que votaram.

Além dos 28 votos a favor do Movimento para a Democracia (MpD), a prorrogação do estado de emergência – nas ilhas de Santiago e da Boa Vista –, decretada pela primeira vez em 29 de Março, contou com 26 votos dos deputados do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) e três da União Caboverdiana Independente e Democrática (UCID).

Contudo, pela voz do líder parlamentar, Rui Semedo, o PAICV afirmou que é preciso fazer chegar rapidamente os apoios anunciados pelo Governo à população mais frágil, que está em casa, alguns a “passar fome”, criticando ainda o que afirma ser a tentativa de “silenciamento” e “criminalização” da oposição, por levantar estas questões.

Aulas presenciais só no próximo ano lectivo

Os alunos do básico e secundário não regressarão às salas de aula neste ano lectivo. Esta manhã, no Parlamento, o Primeiro-Ministro anunciou que o regresso às escolas será feito apenas no ano lectivo 2020/2021. São Vicente terá um laboratório de virologia. Transportes inter-ilhas retomados "brevemente" nas ilhas que já saíram do estado de emergência.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, anunciou na sexta-feira uma segunda prorrogação do estado de emergência, agora apenas nas ilhas da Boa Vista e de Santiago, que concentram mais de 96% dos casos de COVID-19 no arquipélago, por mais 12 dias, até às 24:00 do dia 14 de maio.

Desta forma, não será renovado o estado de emergência na ilha de São Vicente (a terceira em que ainda está em vigor), que assim terminará às 24:00 de hoje.

As restantes seis ilhas sem casos de COVID-19 diagnosticados deixaram o estado de emergência ao final do dia 26 de Abril.

Cabo Verde registou, desde 19 de Março, 123 casos de COVID-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (64), da Boa Vista (56) e de São Vicente (três, uma família, dois dos quais recuperados). Dois doentes acabaram por morrer e 18 foram, entretanto, considerados recuperados pelas autoridades de saúde, após dois testes negativos para COVID-19.

Com a prorrogação do estado de emergência nas ilhas da Boa Vista e de Santiago, a população mantém a obrigação geral de confinamento e as empresas permanecem encerradas, entre outras restrições.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 235 mil mortos e infectou mais de 3,3 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,2 mai 2020 13:28

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  22 out 2020 23:21

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.