Ministro da Saúde classifica como irresponsabilidade o recurso a "subterfúgios" para realizar actividades de Carnaval

PorSheilla Ribeiro,10 fev 2021 15:20

O ministro da Saúde classificou como irresponsabilidade o recurso a "subterfúgios" para realizar actividades de Carnaval, quando foi decidido a nível da resolução do Conselho de Ministros, a proibição de qualquer tipo de acções organizadas com vista a celebrar o mesmo no dia 16 de Fevereiro 2021.

Arlindo de Rosário que falava durante o debate sobre os "Ganhos e desafios do setor da saúde em tempos da pandemia de COVID-19" disse que acredita que as pessoas venham a analisar as suas posições e ver que qualquer tentativa de fazer aglomerações, por mais “rebuscada” que for, contribui para a propagação da pandemia.

"Eu quando oiço que há esquemas para fugir ao que foi decidido a nível da resolução do Conselho de Ministros, para salvaguardar as pessoas, para impedir, neste período de Carnaval, de forma preventiva, que haja mais contágios, quando vejo subterfúgios para determinadas Câmaras, para realizar actividades. Pelo amor de Deus, isso é irresponsabilidade", considerou.

Recorde-se que o Conselho de Ministros decidiu que este ano não haverá tolerância de ponto na época de Carnaval e Quarta-feira de Cinzas "por razões de saúde pública".

Entretanto, a Câmara Municipal da Praia vai realizar nos dias 13 a 27 deste mês uma exposição e espectáculo demostrativo sobre a memória do Carnaval da Praia para assinalar a data.

Decisão que o ministro da Cultura, Abraão Vicente, considerou uma possibilidade de provocação, apelando “ao sentido de responsabilidade da autarquia praiense”.

Já o ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, afirmou que a actividade planeada pela Câmara Municipal da Praia é perfeitamente aceitável, desde que haja um efectivo controlo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,10 fev 2021 15:20

Editado porSheilla Ribeiro  em  12 mai 2021 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.