UNTC-CS acusa o governo de manobras e tentativas de enfraquecer a luta dos vigilantes

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,22 set 2020 12:19

Manuel Barros, Joaquina Almeida
Manuel Barros, Joaquina Almeida Rádio Morabeza

A UNTC-CS acusa o Ministério da Administração Interna, através do Comando Regional Santiago e Maio, de violar o Artigo 13º da Lei nº 107/V/99, de 2 de Agosto do Regime Jurídico do Exercício dos Direitos de reunião e manifestação. A denúncia foi feita pela Secretária-Geral da UNTC-CS, esta manhã em conferência de imprensa na cidade da Praia.

Joaquina Almeida diz  ainda que o Ministério da Administração Interna, através do Comando Regional Santiago e Maio, alterou em plena manifestação dos vigilantes, que arrancou ontem, o percurso, impedindo os manifestantes de exercerem livremente o direito que lhes assiste pela Constituição, numa clara violação do seu Artigo 53º.

“Um claro abuso de abuso, denunciamos manobras e tentativas do Governo de enfraquecer a Luta dos vigilantes ao convocar três Sindicatos que não representam os vigilantes para discutirem assuntos relacionados com a luta dessa classe, menosprezando e preterindo a equipa do Sindicato SINTSEL que lidera o pré-aviso de greve”, avança.

Joaquina Almeida especifica que o Vice-primeiro Ministro esteve reunido com três sindicatos, e que dois dos três sindicatos, não representam a classe dos vigilantes, e caso seja tomada qualquer decisão a UNTC-CS irá impugnar a mesma por ser uma violação da lei e das Convenções da OIT.

“Qualquer Acordo assinado entre o Governo e esses Sindicatos será impugnado por violar a lei e as Convenções da OIT. Acusamos a atitude arrogante, abusiva, anti-dialogante e insensível do Governo na resolução dos problemas dos vigilantes. A greve convocada pelo Sindicato SINTSEL é legal, porque é o Sindicato que legalmente representa Vigilantes”, explica.

Joaquina Almeida terminou lembrando que o SINTSEL é o maior e o mais representativo sindicato dos vigilantes e representa mais de 400 vigilantes. A líder sindical e realça que os vigilantes não aceitam mais desrespeito, nem o salário de miséria que recebem no fim do mês.

A greve dos vigilantes, arrancou ontem e decorre até o próximo dia  23 Setembro.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,22 set 2020 12:19

Editado porSara Almeida  em  12 mai 2021 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.